Categoria: workspace

Meu ambiente de trabalho em 7 itens

1 de Agosto de 2015

Aderi ao GNU linux como OS padrão no final de 2014, apesar de usá-lo desde 2009.

Meu ambiente de trabalho em 7 itens
Meu ambiente de trabalho em 7 itens

1. Sistema Operacional - Hoje sou livre!

Aderi ao GNU linux como OS padrão no final de 2014, apesar de usá-lo desde 2009. Eu era amarrado ao Windows por causa do pacote Adobe, mas hoje sou livre.

Uso Ubuntu 15.04 com Gnome-shell 3.14 pois acho ele muito bonito, elegante e rápido. Uso também uma máquina virtual com o Windows 8.1 e Windows 7 para testes em navegadores mais antigos (ie8) e as vezes abrir o Photoshop de vez em quando.

Detalhes do sistema
Detalhes do sistema


2. Editor de código

Uso o Sublime text 3 como editor de código padrão, gratuito e indispensável para um desenvolvedor front-end

Sublime text 3
Sublime text 3

Eu costumo sempre que instalar meu Sublime Text, já sair instalando meus pacotes, segue a lista:

  • Emmet
  • Sass
  • SASS Snippets
  • Git
  • GitGutter
  • Wordpress
  • Bootstrap 3 Snippets
  • Placeholders
  • Alignment
  • Editorconfig
  • jQuery
  • Bracket Highlighter
  • AdvancedNewFile
  • TrailingSpaces
  • SideBarEnhancements
  • Comment Snippets
  • AutoFileName
  • All Autocomplete
  • jekyll
  • codeivate
  • wakatime
  • Theme - Cobalt2

3. Linha de comando

Usei por algums meses o Guake Terminal pelo simples fato de ser dropdown, logo migrei para o Terminator porque gostei da ideia de dividir a tela do terminal em múltiplas telinhas menores, mas ele não era dropdown, fiquei triste por algum tempo até encontrar o Yakuake, um terminal que use o dropdown com o divisão de múltiplas telas.

Hoje uso o Yakuake com muito prazer, e sou mais feliz por isso.

Ah! Não poderia esquecer do Fish shell, com ele tudo fica mais fácil no terminal, sério, tudo.

Yakuake e fish shell
Yakuake e fish shell


4. Controle de versão

Mas é claro que é o Git, não precisaria nem discutir isso aqui pelo simples fato de que é o melhor controle de versão já desenvolvido.

Uso Github para repositórios públicos e Bitbucket para repositórios privados.

Github
Github


5. Pré-processador

Todo front-end precisa usar um pré-processador, seja ele LESS, SASS(SCSS), Stylus ou qualquer outro, isso não é uma opção, é um item necessário para um bom front-end.

Eu uso SASS/SCSS, apesar de ouvir falar muito bem do Stylus prefiro ficar com o SASS, ele tem tudo que preciso em um pré-processador e muito mais..

SASS e Compass
SASS e Compass


6. Automatizador de tarefas

Gulp, mas por que? Porque sim.

O Gulp é muito mais rápido que o Grunt, pois ele faz uso das streams do node para escrever arquivos diretamente para o disco, dispensando intermediários.

Gulpjs

Junto com ele uso uma série de packages, que são indispensáveis em meu arsenal, são eles:

  • browser-sync
  • gulp
  • gulp-autoprefixer
  • gulp-bower-normalize
  • gulp-cache
  • gulp-compass
  • gulp-concat
  • gulp-imagemin
  • gulp-jshint
  • gulp-load-plugins
  • gulp-minify-css
  • gulp-rename
  • gulp-shell
  • gulp-size
  • gulp-uglify
  • run-sequence
  • e outros..

7. Controle de tarefas


Nós usamos o Jira lá na MalaPronta.com um software incrível da Atlassian a mesma empresa que criou o Bitbucket.

Jira Atlassian
Jira Atlassian

Pessoalmente eu sou meio desorganizado quanto a isso, preciso me gerenciar melhor. Eu uso o Google Keep para anotações rápidas, pelo fato de ter o sincronismo com todos os meus aparelhos rapidamente.


Conclusão

Espero que meu ambiente de trabalho inspire você como desenvolvedor front-end no mercado de trabalho, que vocẽ possa aperfeiçoar seu dia-a-dia como desenvolvedor e que algumas dessas ferramentas que citei aqui sirva para você também.

Eu sempre digo para alguns amigos meus desenvolvedores para se inspirarem em alguém, espero que essas dicas sirvam de inspiração para você algum dia.

E você, o que tem usado? Comenta ai vai.

Obrigado.